Ser pai!

Há pouco tempo ouvia um choro repentino pela primeira vez. Ali, naquele momento, um suspiro de alívio… ufa… ali uma lágrima de paz… ali o inicio de algo que nem sei ainda o que será, mas ali uma incrível e agradável sensação de gratidão! Ali o sonho consolidado. Ali, naquele momento, a percepção da mordomia, da herança, que Deus estabelecia sobre mim e sobre minha esposa. Deus dizia ao nosso coração: “aí está o que vocês pediram… ela é minha, mas a deixo sobre a responsabilidade de vocês! Podem chamar de filha… aliás, chamem de princesa se quiserem, mas se lembrem sempre: ela é minha”.

Como essa frase reverberando em meus ouvidos entendi a ideia de herança e recompensa presente no louvor do Salmo 127. Isso gera em mim e na minha mulher grande responsabilidade: o valor dessa herança é indizível, incalculável. Hoje então nos vemos diante da benção de vivenciar um amor ainda desconhecido e da profunda percepção que é com a orientação do Senhor que nossa filha se tornará a mulher que Ele deseja.

Essa é minha marca. Cada pai e filho têm a sua. Então fica aqui algo que vale pra todos os pais e filhos. “É preciso amar as pessoas” – sim é preciso, é preciso que pais e filhos se amem… não porque a música diz que não existe amanhã! Ao contrário… sabemos que existe SIM o amanhã, sabemos que existe mais para viver… sabemos Cristo irá nos buscar para sermos definitivamente Sua família!

“Meu filho, escute o que digo a você; preste atenção às minhas palavras. Nunca as perca de vista; guarde-as no fundo do coração, pois são vida para quem as encontra e saúde para todo o seu ser”Provérbios 4:20-22 NVI

Voltando para a experiência: uma brincadeira comum entre mim e minha filha (e deve ser de vários pais) é ficarmos nos olhando através da porta de vidro. Agora, enquanto escrevia este texto, ela fez de novo e da minha boca saiu: “que bom que você está aqui”!

Acho que você pai, não espera muitos presentes materiais, pois o maior deles, a maior homenagem virá talvez por um sorriso, um barulhinho, um carinho no rosto! Afinal, o melhor presente já está aí, ao seu lado, a distância de um abraço, um beijo, um telefonema. Aproveite isso e agradeça a DEUS!

Feliz dia aos jovens pais ou pais jovens!

Post anterior
O Pequeno Grupo e sua relevância
Próximo post
EVANGELISMO URBANO

Posts Relacionados

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.
Menu
X