Parabéns para nós!

Quando uma criança nasce nosso coração se expande. Sentimos alegria, satisfação. Sentimos como se um novo fôlego nos chegasse. Estes sentimentos embasbacam qualquer ser humano. Os pais, os avós, tios e parentes são ainda mais impactados pelo momento tão especial.

Há 86 anos uma nova criança nascia. Não humana, mas espiritual, convicta das bases e cheia de força. Era dia 24 de janeiro de 1932. Neste dia, em um quarto, sozinho, um pastor chamado João era selado com Espírito Santo. Como criança que nascia (inconscientemente) a igreja busca no leite puro da Palavra: Clamem por mais, como um bebê chora por leite. Comam a Palavra de Deus – leiam na, pensem nela – e cresçam fortes no Senhor” – I Pedro 2:2 (VIVA).

Esta igreja surgiu não de contendas, vaidades ou dissensões, ela surgiu pela ação direta, intermitente, constante e poderosa do Espírito Santo. Porque derramarei água sobre o sedento, e rios sobre a terra seca; derramarei o Meu Espírito sobre a tua semente, e a Minha bênção sobre os teus descendentes” – Isaías 44:3

“Um povo é forte quando tem, conhece, ama e valoriza sua história. A experiência vivida, no dia 24 de janeiro de 1932, pelo pastor João Augusto da Silveira é algo marcante para nós. Este evento marca o surgimento de nossa amada igreja.”

86 anos depois deste dia maravilhoso, o que faremos, para onde estamos indo? Que rumo tomar, que caminho seguir? A Palavra de Deus continua nos dizendo “buscai ardentemente, como crianças, o leite puro…”.

No presente o Senhor quer muito, mas muito mesmo, que voltemos à dependência dELE, que entreguemos a Ele o nosso coração. Mas como crescidinhos também que somos, Deus nos manda olhar pra frente, em uma única direção, pra um único e especifico alvo: Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos  de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança,  a carreira  que nos está proposta” – Hebreus 12:1.

Você jovem faz parte desta história, não para o futuro, mas para o agora! Mais e mais anos virão até que o Senhor a quem esperamos surja poderosamente nos céus. A história é nossa, é de cada ministério e você é nossa certeza de que a semente continuará sendo lançada, continuará germinando e por isso, sempre haverá colheita. Sementes do passado, frutos hoje; sementes hoje, frutos do futuro.

Parabéns para todos nós!

, , ,
Post anterior
Sobre os boatos que a gente espalha
Próximo post
Sal não é tempero

Posts Relacionados

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.
Menu
X