Líderes precisam de amigos

“Eles curtiram meu post e até comentaram bastante, se você olhar meu perfil vai ver quantos amigos eu fiz este mês”. Ouvi atenta ao comentário acima de uma jovem mega empolgada com o número de amigos na rede. Emendamos em uma conversa do tipo “pah” até chegarmos ao dilema de sua vida. Uma líder de ministério jovem que tentava sozinha levar o mundo nas costas. Pensei: “com tantos amigos assim, deveria ser diferente”.

Quantos líderes são retratados por esta garota!

Quantos têm seus posts comentados e curtidos diariamente por centenas de pessoas, porém, encontram-se sozinhos para exercer o chamado, mesmo que dividindo uma liderança com outros. Cada um por si, cumprindo sua parte na tabela. Daí vem o peso da responsabilidade que mais parece uma sobrecarga e os levam a pensar em desistir, mesmo cientes do serviço a que foram chamados. Se você esta entre os tais, aconselho-te em primeira mão a correr ao aconchego do Espírito Santo e a cultivar pelo menos um amigo de verdade. Aquele amigo mais chegado que um irmão em que você poderá confiar, abrir seu coração, desabafar e ele por amor à ti o ajudará a caminhar por caminhos de justiça, chorando e sorrindo com você, te levantando nas quedas, te empurrando sempre para frente e dizendo o que você precisa ouvir sem a intenção de alimentar seu ego. Você não acredita que possa existir uma amizade assim? Olha para Davi e Jônatas em I Samuel 18. Eram homens de origem e educação diferentes, porém amavam um ao outro como a eles mesmos, arriscaram a própria vida para que o outro pudesse crescer. Mesmo sabendo que Davi seria rei em seu lugar, Jônatas fez aliança de amizade eterna com ele e o ajudou em seu chamado protegendo-o das agressões de Saul, seu próprio pai.

Ninguém pode andar sozinho! Se você observar, os grandes líderes da Historia tiveram amigos que os ajudaram a crescer em seus ministérios. Jesus teve a Pedro, Tiago e João, em especial ele amava ainda mais a este último que não o deixou nem mesmo na hora da morte quando todos se esconderam. Moisés teve Josué, Calebe e o sogro Jetro, estes o ajudaram a guiar e administrar a lideranças de maneira produtiva para a formação de uma nova nação e Paulo teve a Barnabé, quando todos tinham receio de sua presença, este confiou e o ajudou a se tornar um grande missionário. Você não é um super herói, cultive amizades verdadeiras e também seja para eles um amigo mais chegado que um irmão (Provérbios 18:24)

, , ,
Post anterior
Igreja conectada: por uma fé menos virtual
Próximo post
O alimento

Posts Relacionados

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.
Menu
X