Até quando?!

São muitas opções, muitas oportunidades, muitas sensações oferecidas. Ao entrar, seu coração se acelera, seus olhos são ofuscados pelas todas aquelas luzes. Milhares de feixes de luz dançam a sua frente como um caleidoscópio. Elas vão e vem, seu cérebro tenta acompanhar os seus movimentos, mas não conseguem. Apesar de um primeiro instante de confusão, seu cérebro de adapta rapidamente e agora seus olhos, já acostumados, vislumbram a bela e intensa imagem a sua frente. Estamos numa balada. Pessoas felizes, esbanjando saúde, testosterona e progesterona.  Elas seguem as batidas, os suingues contagiantes da música alta. Sorrisos, abraços, cigarros, sexo, conversas altas, gritos de felicidade, êxtase, prazer, bebidas, emoção, drogas e amigos, tudo misturado, tudo num mesmo lugar. Tudo ao alcance das mãos. Tudo ao alcance dos olhos. Quantos jovens como você e eu somos enredados por estes prazeres. Entregamos aos nossos corpos o que não lhe é digno, maculamos, sujamos, o entregamos a qualquer um ou qualquer uma.

Esquecemo-nos que ao sexto dia DEUS chamou a seu Filho e ao Espírito Santo, conversaram e começaram a trabalhar. O objetivo do dia era nos fazer. Ele poderia ter dito: surja, forma-se, mas não. Ele pegou a terra, molhou, moldou. Ele colocou sua mão no barro para nos fazer. Cada pedacinho do nosso corpo, cada fio de cabelo foi ele que colocou aí. Cada dente, que deixa teu sorriso tão bonito, foi ele que escolheu para você e pra mim. Ele nos deu um jardim lindo, cheio de flores, árvores, pássaros, frutas. Um lugar maravilhoso, cheio de alegria e satisfação. Saltitantes diante dELE éramos felizes. Mas de repente por nossas fraquezas somos vencidos. O enganador nos embriaga com suas palavras, com sua dança envolvente. Ele nos engana, nos faz conhecer o pecado. Cada vez mais e mais nos envolvemos. Vamos afundando mais e mais no pecado. Afastamo-nos do Criador, nos afastamos da nossa família, dos amigos leais, da igreja. E aí chegamos a um ponto em que por diversas vezes nos encontramos sozinhos. Abandonados. Depois da festa, depois da balada, depois da bebida, depois das conversas vazias, estamos ocos. Solitários, descrentes, carentes. A solidão machuca.

Até quando viveremos assim? Até quando querido jovem, garoto ou garota, até quando você se enganará com falsas, passageiras e ilusórias alegrias. Até quando você viverá de momentos deixando de lado a eternidade? Ao contrário do que é vendido na televisão, os salvos por Cristo são felizes de verdade. São divertidos, são brincalhões, vivem as melhores experiências que a vida pode oferecer. A diferença é que estes salvos em Cristo não esperam viver alegria, satisfação e grandes emoções somente aqui na Terra. Nós esperamos por mais, muito mais, pelo eterno, pela vida eterna que o mesmo CRIADOR nos dará na Sua volta. Quer viver esta alegria? Eu te convido: venha. Venha viver, viver de verdade. Vem ser preenchido pelo amor maravilhoso de Jesus Cristo.

Se ler isso ainda não te convence, eu peço mais um pouquinho do seu tempo. Somos de uma geração moderna, então te convido a entrar neste link: http://www.youtube.com/watch?v=JTBppbL3SlM. Não vou te dizer o que é. Entre lá e você entenderá. O convite que te faço se reforçará.

, ,
Post anterior
Grandezas vetoriais e ponto de partida
Próximo post
Quais eram mesmo minhas metas?

Posts Relacionados

Nenhum resultado encontrado.

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.
Menu
X