BOLÍVIA: JUVENTUDE SOLIDÁRIA 2012

DESCRIÇÃO

Fornecer condições para a comunidade promessista no município de Charágua (departamento de Santa Cruz) condições para o início da produção de alimentos para subsistência familiar. Na cidade de Santa Cruz de La Sierra, serão conscientizados adultos e crianças da necessidade de higiene pessoal e ambiental, para prevenir doenças (este objetivo também se aplica à comunidade em Charágua).

OBJETIVO

O Projeto Bolivia tem como objetivo programar ações integrais de melhoria da qualidade de vida dos irmãos e das comunidades onde nossas igrejas estão sendo plantadas, conferindo a dignidade que Jesus conferia às pessoas.

JUSTIFICATIVA

Na Bolívia o Estado é omisso, sendo uma realidade muito diversa da brasileira. Não existem saúde nem educação gratuita (há mensalidades nas escolas públicas e todo o material para atendimento na rede de saúde – gaze, esparadrapo, seringas e medicamentos são comprados). O esgoto é a céu aberto, não há projetos similares às“bolsas-auxílio” que há no Brasil. Os irmãos, principalmente as crianças carecem de orientação quanto à higiene, necessidade de estudar e de se profissionalizar.

CRONOGRAMA BÁSICO

Julho 2012 – Julho 2014

INTERESSADOS E PATROCINADORES

Temos o envolvimento de muitos amigos pessoais do Pr. Celson e da Miss. Claudete, que eram desta região. Os custos são arcados pelos próprios envolvidos nas viagens. Os exames de laboratório foram conseguidos gratuitamente. As consultas agronômicas também.

RECURSOS

Financeiros, Humanos, Tecnológicos…

Equipe de intercessores pela segurança nas viagens e para que a Missão da IAP na Bolivia prospere;
Disponibilização do laboratório para análise físico-química das amostras de terra;
Disponibilização do agrônomo para análise dos exames;
Irmãos dispostos com formação em áreas de conhecimento diversas, para doar tempo, conhecimento, mão de obra e com condições de bancar a própria viagem.
Aluguel de um veículo para deslocamento da cidade de Santa Cruz de La Sierra até Charágua (150 km).
Estrutura

Os trabalhos serão feitos nos templos da Bolívia, nas salas de aula da escola no assentamento em Charágua e a céu aberto, conforme a necessidade.

METODOLOGIA

Em Julho de 2012 foi feita a primeira visita à Bolivia, para análise do cenário e determinação das primeiras necessidades. Em Outubro de 2012: O Pr Celson trouxe amostras de terra para análise na EMBRAPA/CPAO, para determinação das necessidades de correção da terra para início da produção e também relatório fotográfico para determinação de cuidados ambientais para preservação da qualidade e produtividade da terra. Até dezembro de 2012: determinação dos procedimentos para implantação das mandalas (modelo de produção de alimentos voltado para agricultura de subsistência) ou outro modelo indicado por profissional habilitado.

Em Julho de 2013 será feita a segunda visita à Bolivia, com um grupo maior de pessoas, composto por estudantes universitários e profissionais atuantes em diversas áreas, quando cada um desenvolverá atividades concernentes à sua área de formação ou estudo (são previstos psicólogo, biólogo, enfermeiro, agricultor, assistente social e professores). Nessa segunda visita, cada um dará suas sugestões, conforme a área de conhecimento.

A partir de julho de 2013, será feito acompanhamento das necessidades que surgirem, e as que puderem ser supridas serão atendidas daqui do Brasil, não sendo descartadas novas parcerias para outras ações. Em Julho 2014 uma possível terceira visita e quarta visita.

RISCOS DO PROJETO E CONTINGÊNCIAS

Idioma: Manter sempre um tradutor para manter a comunicação eficaz;
Cultura: Manter sempre o cuidado das diferenças culturais, para evitar choque cultural e escândalo.

RESTRIÇÕES DO PROJETO

Ter cuidado para evitar o assistencialismo e manter o foco na expansão do Reino de Deus.

EXCLUSÕES DO PROJETO

O projeto se destina primeiramente a impulsionar o início da produção de alimentos em Charágua, sem compromisso com a manutenção da produção.

FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO

Orientar as pessoas envolvidas na viagem para as diferenças culturais, falsos cognatos e dos costumes bolivianos, para evitar situações constrangedoras.

RESULTADOS PARCIAIS E PROJEÇÃO DE POSSÍVEIS RESULTADOS FINAIS

Os primeiros resultados podem ser apontados como sendo análises da terra, osprofissionais habilitados que se dispuseram a doar tempo e conhecimento gratuitamente. Os possíveis resultados finais serão: Diminuição da pobreza e da fome entre os promessistas bolivianos; Que nossas crianças não se evadam da escola; Que diminua a quantidade de doenças relacionadas à falta de higiene pessoal e ambiental; Que a igreja na Bolívia cresça e o nome de Jesus seja glorificado.

Post anterior
Inclusão no Reino
Próximo post
A boa notícia, a ótima e outra melhor ainda!

Posts Relacionados

No results found

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.
Menu
X