A expectativa e a realidade

Estreia sempre é recheada de nervosismo. O jogo começou estudado, dos dois lados. Perto dos vinte minutos, a bola sobrou para o Coutinho e “caixa”! Golaço!

Parecia que toda a expectativa criada em torno dessa seleção se confirmaria e veríamos uma goleada. O time jogava solto e aconteceu o que não podia: relaxou.

A Suíça não se intimidou e continuou decidida em seu estilo de jogo. Veio o segundo tempo e o panorama não mudou. Também achei falta do suíço, mas o gol foi validado e o empate definiu o resultado da primeira partida.

O futebol mais uma vez apresenta um retrato da vida: não adianta somente criar uma expectativa positiva, é preciso transformar isso em realidade. Hoje não deu. Nem sempre a gente consegue ser ou fazer o que se idealiza.

O choque de realidade é bom. O pé volta para o chão, se entende que o caminho depende de cada passo e os passos se constroem com trabalho, não somente com talento.

Está só começando, o Brasil ainda pode ser o primeiro do grupo.

É isso aí, nenhum jogo se ganha na véspera e a realidade precisa ser encarada. Bola para frente na Copa e na vida! Daqui a pouco tem outro jogo e a chance de um resultado melhor pro Brasil, pra mim e pra você!

Pé no chão, coragem e disposição pra deixar pra trás o que ficou e prosseguir para o alvo para tornar nossas expectativas em realidade em cada campo das nossas partidas!

,
Post anterior
Visão de Jogo – começou!
Próximo post
Scandal – cuidado com os bastidores

Posts Relacionados

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.
Menu
X