A igreja da Palavra – uma síntese para quem perdeu (e para quem foi também)

No contexto de nossos ministérios, como líderes ou mestres, precisamos ter uma postura que valorize a missão de Deus em nossas próprias vidas, através de integridade e relevância. Aquilo que ensinamos ou pregamos, precisa estar centrado na Palavra e intencionalmente direcionar para a prática da missão no dia a dia, através de abordagens e aplicações que incentivem e inspirem a uma vida de serviço ao Reino de Deus. Topa?

Tradição não leva ninguém pra Copa e nem tão pouco para o Céu

O fato é que Cristo nos apresenta Deus como um Pai. Logo, se Deus é um pai todos nós somos os seus filhos, não por merecimento e sim por amor. Amor esse que pode alcançar a qualquer um, que não vê classe social ou história. Amor representado pela Graça, pela morte de Cristo na Cruz, longe da tradição e, conforme diz João no primeiro capítulo de seu evangelho, próximos de todos os que o receberem.

Eu, minha prancha, as ondas e Deus, um culto perfeito!

Você se recorda do seu último culto perfeito? A pergunta pode parecer meio estranha, já que temos o hábito de cultuar a Deus semanalmente, mas quero me referir àquele momento de culto onde você e Deus se encontraram de tal maneira que o tempo parecia parar, e tudo o que você conseguiu fazer foi adorar a Deus e se sentir abençoado por Ele.

Até quando?!

Até quando querido jovem, garoto ou garota, até quando você se enganará com falsas, passageiras e ilusórias alegrias. Até quando você viverá de momentos deixando de lado a eternidade? Nós esperamos por mais, muito mais, pelo eterno, pela vida eterna que o mesmo CRIADOR nos dará na Sua volta. Quer viver esta alegria? Eu te convido: venha. Venha viver, viver de verdade. Vem ser preenchido pelo amor maravilhoso de Jesus Cristo.

Menu
X